28 de maio de 2007

um passeio para sempre


Dá me a tua mão

Deixa me mostrar te um sitio em que nunca estiveste

Um sitio onde o vento grita o teu nome

Onde as ondas cheias de raiva ameaçam as rochas corajosas da costa só para te poder ver

E onde um barco, pequeno e timido

esperava irrequieto e ansioso

por conhecer e oferecer um passeio aquela rapariga...

aquela rapariga que eu tanto lhe falava
...vida vida