30 de maio de 2008

Plena Verticalização

É este o sitio que devias conhecer
Foi aqui que me esqueci da existência de coisas más

No escuro da noite, no precipicio da hesitação
Não havia espaço para medos, alguns até me chamavam "amigo"

Ao meu lado a riqueza e a perdição
Na minha cabeça o sonho e a razão

Na mar aparece a imagem do que penso e tenho em vida
o mar permaneceu então igual

Na força e no Mundo aparece o que sinto
Esperança e vontade

Assim me destruo e assim me construo...

11 de maio de 2008

As Más Razões


Se eu pudesse por entre mim próprio
Mudaria o Mundo
Mudaria o tempo e as vozes que com ele caem
Pois bem mas eu não fecho os olhos, não durmo

Um dia a luz do Sol mudará os nossos olhos
A separação e a força rebentaram com a luz
O Choque e a velocidade dar-nos-ão o esquecimento
Pois bem mas eu não fecho os olhos, não durmo

Fico aqui ao teu lado, fico para quando precisares
Porque um dia podes precisar
Porque um dia podes não ter, podes não ser igual aos outros
Estou aqui e estou só para ti

Já dizia o antigo "Melhor aliado do conhecimento, a experiência"
Porque para mim ninguém esteve, fui diferente
Não tinha e não sabia o que era não ter
Pois bem mas eu não fecho os olhos, não durmo
Estou aqui porque podes precisar