21 de agosto de 2008

Diário de Coragem


Quando me olhas nos olhos só podes sentir que confias em mim
que no fim da minha coragem ou começo dos meus maiores medos,
eu estarei a dar o corpo que me pertence, só para de tudo te proteger
Saberás no mais intimo do teu ser que destes ombros sairá a força
Saberás por tudo o que de mim escreves na tua história, que deste coração
comporta-se uma colossal avalanche de razão para te inspirar de Vida
Tens em ti a certeza que eu combato a teu lado
Que por ti atravesso o Impossivel
E que por ti luto até que caia a última força

13 de agosto de 2008

Flores e Estrelas


Para onde tu foste que estás tão longe da minha voz
sinto-te tanto dentro de mim, mas tão longe fora de mim
tudo o que mais pedia agora era ter os teus braços no meu corpo
desejava e desejo a cada segundo que estejas em mim

Porém, alguma coisa me diz que mesmo longe escolhes estar em mim
que mesmo na saudade e na vontade de sentir, tens uma só resposta
e desse amor eu me realizo e me encho de vontade de viver e sonhar
e é neste sentido que o vento que me leva, ele entende-me

Em plena consciência digo que nada se compara, que nada é assim
que nada se multiplica e resulta tão enormemente como esta vontade
que nada mesmo em momentos e circunstâncias tão banais
me faz tão feliz, me apaixona tanto e me faz sentir como nunca me senti

Obrigado
(Na imagem- Um Sonho)