23 de fevereiro de 2010

O que o Tempo Ensina


Ter 20 anos é, sem dúvida, sinónimo de tudo saber e tudo conhecer


Quando se tem 20 anos de vida já se atravessou tempestades e cenários de guerra...
Já se esteve no pior e já se viu e tocou no melhor
Não existe uma única discussão onde se deva ceder
Por muito que a razão queira escorregar por entre os dedos
Desviarmo-nos 1 milimetro das nossas convicções, é proibido!

Chovendo ou trovejando raios de Sol
Nem o céu limita aquilo em que acreditamos
Não existe voz alguma, que nos deixe entregues a dúvidas e questões de sentido
Excepção à dos U2 e outros icones das guitarras e baterias
Quando se tem 20 anos, qualquer guerra, antes de começar, está ganha...

Não existe vergonha, medo, noção, previsão ou mesmo sensibilidade...
Instinto é o termo que enche o nosso dicionário
Não se pensa 2 vezes, a Vida não espera pela segunda...

Se algumas das páginas que da tua vida vais virando te deixam dúvidas
Conversa com alguém que tenha 20 anos, de preferência se esta se vestir de acordo com a aquela série que dá antes do telejornal...
e asseguro-te, tudo o que era dúvida, é agora certeza absoluta e invulnerável a contestações seja de que ordem for.

Tenho 20 anos, tudo sei, diria até que todos os dias, cultivo em mim, longos campos de razão e determinação.

De tanto conhecer e saber desta vida, adianto para vós a certeza maior de que, com o passar do tempo, e de forma algo abrupta e chocante, cada vez melhor compreenderei, a todos os niveis, que com 20 anos, nada, mas mesmo nada de nada se sabe, acerca desta vida.

Ser Jovem
Saber corrigir, aprender a viver