28 de agosto de 2011

Amar, só...

Foste uma dança,
foste o palco de todo o espetáculo

Foste segundos e foste luzes,
foste momentos brilhantes.
Foste uma voz
foste a guitarra a tocar baixinho ao pôr do Sol

Querias uma linha,
foste a obra de uma vida
foste a viagem e foste fé,
muita fé...

Ainda assim querias ser.. apenas tu,
mas foste tanto...
Romance, comédia, aventura,
foste até ficção...
foste... eu não sei

Foste um passo
o público acompanha-te
Foste a dança
o público levanta-se
Foste o apaixonante
o público aplaude efusivamente de pé

Foste vida
e eu, de pé e com toda a alma,
escolhi que fosses a minha

Ser Jovem
Haja música
e a magia nasce...

15 de agosto de 2011

Soprar


"Devo-te tanto como um pássaro
deve o seu voo à lavada
planície do céu.

Devo-te a forma
novíssima de olhar
teu corpo onde às vezes
desce do pudor o silêncio
de uma pálpebra mais nada"

(Vitor Matos e Sá)
1926-1975


Ser Jovem
O Sopro e as Ideias de Liberdade