14 de dezembro de 2013

Os sonhos dizem-se em voz alta





E se procuras o melhor
terás que ser simples,
tão mais simples...

E se queres o que de melhor existe,

terás que não querer tanto
e sem dar por isso terás o que sempre quiseste

Se é beleza que procuras,
vai sorrindo, vai alimentando o Amor entre os outros,
e terás o brilho que não alcança a maior das estrelas

Mas imaginando que desejas voar,
experimenta cantar, escrever, experimenta ouvir alguém, Amar alguém
e sentirás as tuas asas a desfazer o vento lá bem no alto

Se é calma e paz que anseias,
não queiras viver mais do que um dia de cada vez
sob pena de nem a ti próprio teres o prazer de conhecer e compreender

Se é Amor que não sabes onde encontrar,
mostra a alguém que és um resto de tudo o que ela é.
Mostra-lhe! Deixa-a saber. Acende o fogo

O Amor não é uma regra,
e se o é... nasceu para quebrar todas as outras.
Mas sem violência, antes com encanto

Mostra-o sem medo
Mostra tanto quanto tanto ele for 

Tanto quanto ele queira ser

Faz de tudo quanto seja simples.
Usa as tuas asas,
sobre o teu vento

Vives uma vez, irrepetivelmente uma vez.
E a coragem fará com que conheças lugares que...

Não te direi...


Arrisca!




Ser Jovem

24 de novembro de 2013

Segredos de Magnólia






Traz todo o corisco, toda catástrofe,
trovões e tempestades
guerras e revoltas

Mas agora chega-te ao pé de mim...
Não, mais perto...
Isso...

Aqui estaremos sempre sozinhos,
tu e eu

E o Amor será despreocupado,
sem orgulho, sem regra

Não haverá mais para lutar,
haverá o nosso calor apenas

Esta é a forma do Amor,
que não sou eu nem és tu

Põe a tua mão no meu peito
e deixa os teus olhos fecharem-se

E assim ficamos sozinhos na Terra,
tu e eu,
prontos para recomeçar a Vida...



Ser Jovem
O Amor não quer razão,
quer Amar 'só'

13 de novembro de 2013

Por entre tanto


Tenho nuvens a rondar o céu,
nevoeiro para lá do horizonte,
tempestades no meu cérebro,
tremores na terra das minhas conquistas
e maremotos no mar dos meus descobrimentos.

Tenho um quarto desarrumado,
pensamentos pelas folhas,
sonhos a sair pelo carvão do meu lápis,
roupas pelo corpo e frio na pele.

Tenho recordações de ferro,
um coração cuja linguagem
escorre pelos olhos,
que não desidrata tradução,
apenas verdade.

Tenho, por entre tanto,
o teu lugar reservado.



Ser Jovem


19 de outubro de 2013

O que urge



tu,
 a própria imagem
que desejas ver
no Mundo


Ser Jovem
Revolução

14 de outubro de 2013

Tudo quanto é soberbo




Se tu não és 'aquela', 
então porque sinto a minha alma tão quente?

Se não és tu,
então alguém que me explique
porque é que a minha mão só encaixa na tua...

Porque é que o teu coração
responde ao meu?

Não sei o que pode vir do futuro
Mas sei que eu e tu, aqui e agora,
somos capazes de tudo
E nós vamos conseguir...
E é contigo que quero dividir a minha vida...

Tanta guerra, tanta luz que se esvai
Será mesmo assim?
Mas se eu não fui feito para ti,
porque é que o meu coração
me diz que sim?

Se não fomos feitos um para o outro,
então porque é que esta distância
deixa a minha vida sem graça nenhuma?

Não sei porque estás tão longe,
não sei... Juro que não sei.
Mas sei, de corpo e alma,
que tudo o que houve
todo o sonho, todo o sorriso,
toda a lágrima, toda a dor,
toda alegria, toda a glória,
foram verdade.

Nós somos mais do que tudo isto.
Nós somos até mais do que foi tudo isto.
Nós superamos.

E eu,
espero dividir a minha vida contigo,
morrer ao teu lado,
construir contigo o meu lar,
dar-te um filho, ou dois, ou mais,
fugir, perder-me contigo...
e amar-te durante toda a vida



Ser Jovem

22 de setembro de 2013

Tremendamente




Eu gosto tremendamente de ti

Tal acontece pela sua linha mais genuína e autentica.

Gosto porque todos os meus sentidos, toda a minha sensibilidade, todo o meu corpo, a minha alma, tudo o que eu sou, gosta de ti.

Não o é apenas por seres charmosa como uma princesa, bonita como uma flor, determinada como uma tempestade, quente como o Sol, doce como um fruto e deslumbrante como o Mar...

É porque és tu.

É porque és única e singular num universo inteiro.

Porque aquele sorriso tímido que um dia entrou na minha vida, sem que o procure, vejo-o todos os dias.

É na minha vida que eu gosto dele.

Sem data. Sem prazo ou limite.

E tenho dito,

Gosto tremendamente de ti



Ser Jovem
Um desejo para lá do Mar

7 de setembro de 2013

Um lugar ao Sol



Duas mãos alinham-se,
cruzam-se, entrelaçam-se,
tocam-se, apertam-se,
sentem-se e aquecem-se

Duas vozes moderam-se,
trocam tons e timbres tão delicados
que só príncipes e princesas
conseguiriam

Duas ideias juntam-se,
completam-se e crescem,
geram luzes, cores, alegria,
chegam ao céu e quem sabe à lua

Duas vontades encontram-se,
trocam dons, carícia e reverência,
ou não fossem elas
a de Paz e de Amor

Dois olhares cruzam-se,
estremecem corpos, perturbam os seus ritmos cardíacos,
fazem-nos perder os seus caminhos,
mas encontrar o seu lugar no meio de tudo.



Ser Jovem
A caminho de uma 'Terra Prometida'

30 de agosto de 2013

Encanto Mortal



Até na morte existe beleza


A possibilidade de cada momento da nossa vida ser vivido como o último




Torna tudo tão mais belo




Ser Jovem
Smell the flowers while you can

9 de agosto de 2013

Linhas de Amor


Existe um Homem
cujo sangue correu

Ele defendeu uma história,

um lugar em que acreditava

A Natureza mostrou-lhe mais,
mostrou-lhe para além do seu alcance

O mesmo Homem,

sofreu e aprendeu

Demorou, pois a Alma era muita.
Lutou, pois era fiel a si mesmo.


Um dia,
em que segundos já eram horas

Em que dias já eram anos

e o tempo uma tortura

O Homem de que falo
pressionou com força a ferida


Fechou os olhos 
e de mais não quis saber

Até que o sangue parou

e ele percebeu algo importante

A História
Faz-se todos os dias


Não importa a tinta com que é escrita
Mas cada linha de Amor que regista





Ser Jovem
Paz
no coração

22 de julho de 2013

We found






                                          LOVE

 in a hopeless place called World



Ser Jovem

12 de julho de 2013

Um lugar feliz


Às contas do tempo
eu somo alegria
e subtraio tristeza

Esse tempo, que somos nós 
cada um, cada momento
tão efémero, mas tão menosprezado

Tem tanto problema, tanta intriga
tanto tão pequeno
e tanto tão ridículo


Tanto disto
que nos ocupa a Alma
e nos distrai o coração

Se não sei, hei de saber
Se me apetecer, farei
Se custar, há de passar

Mas.. Agora escrevo,
e nada mais me interessa
neste preciso momento

Porque 'o momento'
eu passo a viver...
Sem regra, sem condição

Deixarei a luz do Sol entrar,
deixarei a minha casa, a minha Vida
quentes, em qualquer altura

Deixarei o passado passar,
o presente sempre tão quente
e um futuro onde me aventuro

E mais não quero saber...
Tenho Paz na minha mente
e Amor no meu coração

A minha Alma não tem idade,
o meu horizonte é maior,
o Sol é mais quente que nunca...

Seja bem-vindo quem vier por Amor
Aproxime-se aquele que traga Paz

e fique aquele que quiser Sonhar

Neste lugar feliz
que na gíria se chama
'o momento'


E a lição é esta,
Viver o momento


Ser Jovem
'O momento'
Onde nasce toda a magia

30 de junho de 2013

You and I both




'Another day to sing about the magic that was you and me...'


Ser Jovem

24 de junho de 2013

Plus d'amour



Viva

...o amanhecer, que nos trouxe o Sol
e todos os compostos para mais um dia,
para mais umas quantas horas de Amor

...a música, as palavras e os poemas
que levaram subitamente a minha solidão
e me contemplaram a tua existência

...a coincidência, o relógio e o caminho
que nos fizeram não estar noutro qualquer lugar
senão aqui mesmo

...o teu olhar, os teus lábios, cada porção de ti
que trocou, terminantemente, as voltas
ao meu intrépido coração




Ser Jovem
Mais Amor

19 de junho de 2013

Quem sou eu ?




Ora me apetece cantar, ora pairo sobre o Mar

Ora voo, ora adoro o horizonte a que me dou

Ora sinto o arrepio no corpo, ora viajo livremente

Ora me deixo cair pelo céu, ora pouso ao pé de ti

Podia ser um pássaro, podia ser muito mais que isso

Mas bastou-me ser um homem apaixonado

E tive asas e tive o céu só para mim

Sempre que me apeteceu


Ser Jovem
Voar como quem respira

4 de junho de 2013

Um Ímpeto





O beijo que te dei,
foi o segredo que não cabia no ouvido

Foi um ímpeto,
deseducado e ignorante

Porque mais soubesse,
menos te amaria

O amor não se sabe,
o amor é sentido e sofrido

É um fenómeno natural,
criado em estado natureza

Sem lei nem regra,
mas rico em devoção e sacrifício

Não se vê, não tem cheiro
Cresce e alimenta-se (com provas)

Dá o dom,
mesmo ao mais "cego" dos homens

De se tornar poeta,
quando da sua alma toma ele conta



Ser Jovem
Um Espírito Livre

16 de maio de 2013

25 de abril de 2013

DES complica




" There's no need to complicate
Cause our time is short "


Ser Jovem
Faz bem ouvir o Jason

13 de abril de 2013

Poder da juventude






Um jovem apenas precisa de um ponto de apoio,
a seguir está apto a mover o Mundo


Ser Jovem

4 de abril de 2013

Become




Obrigatório ouvir bem alto
Natural sentir bem cá dentro


Ser Jovem

29 de março de 2013

Um lugar onde se perder


Há um sorriso na minha cara

Está a ficar melhor
Já oiço a tua voz pelo caminho
Ela que o torna verdadeiro...

Já nem preciso inspirar antes de te enfrentar
Não existe nada entre nós
Sigo em frente, olhar para trás é expressão de poeta

E eu que não sei escrever
Criei de cor as palavras
Para a tua alma ter lugar onde se perder

Dei voltas e voltas, vi tanto lugar
Perdi horas, caminhei e olhei em redor vezes sem conta
Mas segui sempre numa direcção, a tua, a mais bela

É um novo dia
E eu sinto-me tão vivo
Tão perto de ti, lugar onde descolam os meus sonhos

Está quase, só falta o... Levares-me...
Por definitivo
Sem que eu saiba como reagir

Falta ficar sem norte
Falta caminhar pela chuva
Seguir uma estrela

Sem nada a perder


Há um sorriso na minha cara,
Há uma nova estrela no céu



Ser Jovem
Voltas e Voltas
Uma Direcção

23 de março de 2013

Corpo quente




Sorri, eu amo

Diz um disparate
que eu amo

Vira-te de costas,
despe,
leva-me 

Toco o teu corpo, 
Uno à tua pele

Tu estás dentro de mim,
eu dentro de ti

Deixa estar assim...


Ser Jovem
Falar sobre Amor

28 de fevereiro de 2013

Lance e Avance

Nunca pensei poder tocar-te
Pensei sim que te via ao longe
Poderia para sempre ser assim
e tocar-te ser só um pensamento

Nunca pensei dizer que passou
Pensei que ficasse
Diria em tempo que era perpétuo
mas passou e não voltou

Nunca se me impôs tal sensação
Talvez fosse só a tempestade
Mas impôs-se a chuva e o frio
e a sensação de amorno não chegou

Nunca senti a transição
Sinto hoje o fogo aceso
A transição a arder
pois por ela já não posso mais esperar

Nunca encorajei a rotura
Bem-vinda sejas coragem
Rompe com o pérfido
e deixa esta chama acesa

Recomeço do ponto zero
Não lembro nem o mal nem o bem
Não lamento nada, não guardo temores
Pois hoje, quando olhaste para mim...

...recomeçou a minha Vida



Ser Jovem
J'ai allumé le feu
(Acendi o fogo)

20 de fevereiro de 2013

Só de Amor





Ser Jovem
O olhar que dispensa a palavra

8 de fevereiro de 2013

Plena a nossa ideia



Para ser grande, sê inteiro:

Nada exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. 

Põe quanto és no mínimo que fazes.

Assim em cada lago a lua toda brilha,

porque alta ela vive.


Fernando Pessoa




"Sê pleno, até no ponto final que termina a tua ideia"

23 de janeiro de 2013

O meu nome é Pelé

Tu deixaste me muitas saudades,
ainda deixas para ser honesto.

Não sei onde andas ou se andas.
Não sei se és feliz no lugar onde estás.

Não sei quem te recebeu,
quem te viu ou quem sabe de ti.

Pouco sei hoje.
Tu deixaste sem nada.

Já conheci muitos animais,
mas, e sem querer ser cruel com outros, nenhum como tu.

Essa cara de mau esconde o ser mais meigo,
mais doce e mais fiel.

Nós temos tantas saudades tuas Pelé...
Volta para nós. 

Pode não ser hoje, mas volta um dia...
Esta casa é tua. 

Ainda tens e sempre terás o teu espaço.
Está tudo à tua espera...

Eu ainda acredito...
A nossa história não terminou!

Volta...
Tu sabes o caminho para casa...

Volta...
Tenho saudades tuas


Ainda me fazes chorar

22 de janeiro de 2013

Être Supérieur


Deixou
a casa dele
e partiu atrás do sol
levou
tudo com ele
e subiu sem hesitar
foi à volta do mundo
sempre que lhe apeteceu
era tudo diferente
e andava mais
era a voz que dizia:
- anda não olhes p´ra trás!
e era assim que ele ouvia
andar
estradas sem fim
procurar o Ser Maior
parou
parou aqui
a saudar tudo o que eu sou
foi à volta do mundo
é que tudo aconteceu
ficou tudo diferente
e ele era eu
era a voz que dizia:
- andem não olhem p’ra trás!
e era assim que ele ouvia
e andava mais…
e quem
não acredita
que a vida corre sem fim
não tem
não chega ao dia
de sorrir só assim
foi à volta do mundo
sempre que lhe apeteceu
era tudo diferente
e ele era eu
era a voz que dizia:
anda não olhes p’ra trás!
e era assim que ele ouvia
e andava mais
foi à volta do mundo
é que tudo aconteceu
ficou tudo diferente
e ele era eu
era a voz que dizia:
andem não olhem p’ra trás!
e era assim que ele ouvia
e andava mais…

Do album Ser Maior, Uma História Natural
Les dauphins